Triatlo Longo de Aveiro - Campeonato Nacional Individual


S. Jacinto recebeu este domingo, 19 de Maio, a terceira etapa do Campeonato Nacional de Triatlo Longo, que se disputava na distância Half-Ironman, ou seja, 1.900 metros de natação, 90 km de ciclismo e 21,1 km de corrida. Trata-se de um dos maiores desafios, quer físicos quer mentais, que o calendário nacional de triatlo tem para oferecer aos triatletas. A AASM Triatlo, como não podia deixar de ser, aceitou uma vez mais este desafio, colocando à partida 7 atletas (Paulo Costa, Rui Pena, Nuno Pinto, Pedro Magalhães, Pedro Reis, José Silva e Joana Creissac) e duas equipas de estafetas, a primeira constituída por Carolina Silva, Emanuel Marques e Nuno Vieira, em que cada um dos atletas percorreria um dos segmentos da prova, natação, ciclismo e corrida, respectivamente, e a segunda, constituída por Paulo Neves e Anette Kind, ficando o Paulo com o desafio de nadar e correr e a Anette com o percurso de ciclismo.


Não fosse a distância, por si só, um grande desafio, as condições climatéricas que se fizeram sentir ao inicio da manhã na reserva natural das dunas de S. Jacinto viriam a colocar à prova a condição física dos 235 atletas à partida. Às 8h00 soava o tiro de partida para este longo desafio, com o termómetro a indicar 16 ºC de temperatura na água, sendo o uso de fato isotérmico permitido, mesmo no limiar da sua obrigatoriedade.

Mas foi já no segmento de ciclismo que as condições se tornaram verdadeiramente adversas, com o sol a encobrir, a temperatura a descer e a chuva forte que se fez sentir, levando a um número significativo de desistências nesta fase da prova.

Os bravos que resistiram acabaram por ser brindados com um segmento de corrida com sol e uma temperatura mais amena, mas o segmento de ciclismo deixou marcas, pelo que no final acabou por ser uma prova com um grau de dificuldade elevado.

Pedro Magalhães foi o melhor representante da AASM Triatlo, tendo apresentado um andamento muito forte em todos os segmentos, Ele que continua a sua preparação para se estrear na distância Ironman em Outubro, demonstrou aqui já um elevado ritmo competitivo no triatlo longo.

Nota muito positiva para os estreantes na distância longa, Nuno Pinto e Paulo Costa, ambos a terminarem a prova com excelentes tempos, 3 e 11 minutos acima das 5 horas, respectivamente. Logo a seguir terminou Rui Pena, que concluiu o Triatlo Longo de Lisboa há apenas 2 semanas, mas ainda assim a melhorar o seu tempo, mesmo nestas condições pouco favoráveis.

Joana Creissac terminou a prova com um excelente 7º lugar no sector feminino com o tempo final 5h27, revelando uma vez mais muita garra e determinação. Pedro Reis e José Silva tiveram maior dificuldade em enfrentar o frio no segmento de ciclismo, tendo o último sido forçado a abandonar.

Nas estafetas, a AASM ficou a escassos 29 segundos do pódio, fruto das excelentes prestações de Carolina Silva, na natação (foi mesmo a 2ª atleta da geral absoluta a sair da água), Emanuel Marques, no ciclismo, e Nuno Vieira, na corrida.



Resultados da AASM Triatlo

Pos. Geral Nome Esc. Pos. Escalão Tempo Natação Ciclismo Corrida
59º Pedro Magalhães SEN 42º 4:47:19 0:31:03 2:34:54 1:37:43
99º Nuno Pinto SEN 59º 5:03:36 0:34:02 2:45:11 1:40:40
117º Paulo Costa V1 24º 5:11:15 0:36:49 2:51:14 1:39:01
122º Rui Pena V1 25º 5:13:15 0:38:55 2:47:27 1:42:16
154º Joana Creissac SEN F 5:27:22 0:34:42 2:53:39 1:54:52
170º Pedro Reis SEN 96º 5:35:18 0:40:04 3:04:47 1:46:52
DNF José Silva V2 - - 0:45:36 - -

Estafetas
Pos.
Geral
Nome Tempo Natação Ciclismo Corrida
Silva/Marques/Vieira 4:29:08 0:26:18 2:43:34 1:17:11
DNF Neves/Kind - 0:33:44 3:01:42 -


1 comentário: