Das águas do Douro até Castelo de Paiva, por trilhos lamacentos

14 de Maio de 2016 - Triatlo de Castelo de Paiva - sprint



Depois de alguns anos sem se disputar, tendo sido substituído pelo aquabike de Raiva, o Triatlo de Castelo de Paiva regressa, com um novo formato, o ciclismo deixou a estrada e passou a ser feito por trilhos de BTT e passou a decidir os Campeões Regionais Norte de Triatlo.

Sendo a meio de Maio, as expetativas seriam de tempo ameno mas acima de tudo com pouca chuva, apesar do ditado popular "Em abril, águas mil". O cenário foi precisamente o contrário. As fortes chuvadas que se fizeram sentir todo o mês de abril e o inicio do mês de maio deixaram o rio Douro com águas bem frias e de cor acastanhada, para não falar dos trilhos a percorrer no ciclismo, que estavam cheios de lama, o que tornou o já muito duro percurso, ainda mais difícil de percorrer.


Da equipa de Triatlo AASM, foram 9 os atletas da equipa, que se deslocaram à praia fluvial de Pedorido, na interceção do Rio Arda com o Douro, onde estava o primeiro parque de transição e onde teria início a prova.

A chuva que se fez sentir, teve como consequência uma corrente anormal nas águas do Rio Douro, o que levou a que o segmento de natação não fosse feito em circuito, com partida e chegada no mesmo ponto, mas sim em linha reta, com os atletas a iniciarem a prova a montante do local da transição para a bicicleta. Esta alteração, levou a que o percurso não tivesse os habituais 750 metros, tendo a natação sido reduzida para 500. Outro fator que tornou a natação um obstáculo para os atletas, foi a temperatura da água, que estava abaixo dos 15 graus.


O btt teve um percurso bastante duro, com quase 19 km sempre a subir, terminando com cerca de 3 km de descidas até à cidade de Castelo de Paiva, onde se situava o segundo parque de transição e onde se efetuaria a corrida. Para além da dureza do percurso, onde em algumas partes a tecnicidade do terreno aliada à inclinação, obrigou os atletas a levar as bicicletas à mão. A tornar mais difícil o percurso, esteve a lama, que foi presença constante durante todo o segmento.

Com os atletas já exaustos a chegar a Castelo de Paiva, esperava-os um segmento de corrida que não seria dos mais fáceis. Percorrendo as ruas da cidade, os atletas encontraram um percurso com bastante desnível, com descidas e subidas bastante acentuadas.

Mas no final todos estavam com um grande sorriso estampado na cara, pois a superação de uma prova desta dureza é sempre um motivo de orgulho.

Da equipa de Triatlo AASM, destacou-se o Nuno Abreu, que fez um segmento de ciclismo muito bom, conseguindo depois de todo o esforço do btt fazer uma corrida bastante rápida. Destacou-se ainda a Joana Cunha, conquistando o primeiro lugar e consequentemente o título de Campeã Regional Norte de Triatlo, bem como o Emanuel Marques e o António Santos, que se sagraram Campeões Regionais Norte dos seus escalões.


Em termos de equipa, o terceiro lugar do pódio foi ocupado pelo Triatlo AASM, tendo contribuído para tal os tempos dos 3 melhores atletas da equipa.

Damos ainda os parabéns à organização, que esteve irrepreensível durante toda a prova, e que nos brindou no final com um convívio, onde nos esperava um churrasco de Porco no espeto.

Os resultados dos nossos atletas foram:
13º (6º V1 M) - Nuno Abreu - 02:01:20
18º (8º V1 M) - Paulo Costa - 02:04:27
19º (8º Sen M) - Pedro Pereira - 02:05:07
23º (1º V3 M) - Emanuel Marques - 02:07:54
24º (2º V3 M) - Paulo Neves - 02:09:25
29º (12º Sen M) - Miguel Lobão - 02:20:0
31º (4º V2 M) - Nuno Barros - 02:21:28
34º (14º Sen M) - Diogo Madeira - 02:27:32
38º (1ª Fem - 1ª Sen F) - Joana Cunha - 02:39:37
42º (1º V5) - António Santos - 03:03:31
3º - Equipas Masculinas

Parabéns a todos pelo esforço

0 comentários: